Amadora Tech

Amadora Cuida

Amadora Sorri

O que é uma Incubadora de Empresas?

A ) É um local especialmente criado para acolher empresas, oferecendo uma estrutura configurada para estimular, agilizar e favorecer a transferência de resultados de pesquisa para actividades produtivas. Para isso a Incubadora oferece apoio logístico e técnico (serviços de receção e secretaria, sala de reuniões, internet, fax, etc.) e uma gama de serviços que propiciam excelentes oportunidades de negócios e parcerias, para que desenvolva a uma empresa.

B ) Tem como objetivo a criação ou o desenvolvimento de pequenas empresas ou microempresas (Start-up’s e Spin-off’s), apoiando-as nas primeiras etapas de vida.

C) A incubadora de empresas concebe um ambiente que favorece a criação e o desenvolvimento de empresas e produtos, em especial os inovadores e intensivos em conhecimento. Esse ambiente oferece às empresas emergentes, por custos inferiores aos de mercado, elementos como área física e infra-estrutura, vizinhos comprometidos com a inovação, serviços de apoio e serviços de promoção.

Quais as vantagens de ser uma empresa incubada? Por quê incubar uma empresa?

Os primeiros dois anos de funcionamento de uma pequena empresa são os mais críticos e com maiores probabilidades de insucesso. Para além de todo o apoio que a incubadora proporciona no inicio do projeto, fase mais difícil, as incubadoras de empresas têm preços competitivos, dão suporte à gestão e proporcionam a troca de experiência entre empreendedores Além dos espaços e serviços oferecidos, a própria conceção do sistema de incubação propicia o intercâmbio de ideias e tecnologias entre empresários incubados, que aprendem a importância de compartilhar o mesmo espaço, realizar parcerias e cultivar relacionamentos interpessoais de forma efetiva. Ter um projeto incubado significa ter um negócio com grande potencial de sucesso, que se desenvolve num ambiente propício para que se estabeleça fortalecido no mercado. A incubação de uma empresa permite ainda que esta se insira numa rede de contatos e conhecimentos da qual faz parte e dinamiza a incubadora.

Quanto tempo uma empresa pode permanecer numa incubadora?

Em média, a empresa pode permanecer na incubadora durante um período até 3 anos. Em casos especiais devidamente fundamentados a administração da incubadora pode autorizar a permanência por um período mais alargado. Cada incubadora pode ter regras próprias.

O que é a pré-incubação?

A pré-incubação consiste no apoio que é dado pela incubadora a um empreendedor que tem uma ideia mas ainda não está preparado para concretizá-la. Através da pré-incubação a incubadora disponibiliza informação sobre planos de negócio, divulgação, fontes de financiamento, planeamento e estratégia entre outros temas necessários para preparar o lançamento de uma empresa. Para além da informação a incubadora apoia no desenvolvimento de todo o processo necessário à concretização do projeto.

Quais os custos associados à incubação física?

Durante os primeiros 6 meses os custos de espaço são gratuitos. Posteriormente, os utentes pagarão um valor mensal respeitante ao espaço próprio de incubação, função da área e tipologia de cada módulo. Os valores a pagar serão corrigidos no final de cada ano de incubação de acordo com um coeficiente que varia de acordo com o ano de incubação, apoiando as empresas nos primeiros anos, sendo esse apoio reduzido ao longo do restante período de incubação.

Que serviços estão incluídos no valor mensal pago pela empresa?

O valor mensal a pagar pelos Utentes inclui variados serviços conforme a política interna da cada incubadora, como exemplo, citamos: além da utilização do espaço próprio de incubação, equipado com kit básico de mobiliário, linha telefónica, ar condicionado e acesso a rede informática, internet, os seguintes serviços de utilização própria:

Utilização da morada da incubadora para efeitos de Sede Social

Atendimento telefónico de chamadas da Empresa

Recepção de correio

Utilização das salas de reuniões

Utilização da sala de informática e biblioteca

Acesso a zona de convívio,

Serviços básicos de aconselhamento

Além dos serviços de utilização própria, a renda mensal engloba ainda os encargos de uso geral relativos a todos os utentes e resultantes de:

Empresas, pessoal ou meios, contratados para a prestação de serviços gerais, tais como segurança, limpeza, jardinagem, receção, etc.;

Água, eletricidade, energia térmica e outros serviços relativos às áreas de circulação e aos espaços de uso geral;

Conservação e manutenção das partes e equipamentos comuns.

Os encargos próprios decorrentes da utilização corrente das linhas telefónicas são da responsabilidade da empresa incubada.

Os encargos próprios relativos à utilização de serviços de apoio (cópias e impressões, envio de fax e telefonemas) e serviços de consultoria serão pagos por cada um dos Utentes, de acordo com a tabela fixada por cada incubadora.

Que serviços de apoio podem ser disponibilizados pelas incubadoras?

Apoio à constituição e legalização das empresas;

Formação/ Seminários/ Conferências/ Workshops;

Apoio à divulgação das tecnologias desenvolvidas;

Aconselhamento sobre os programas de incentivos mais adequados aos projetos;

Apoio no acesso a Capital de Risco/Semente;

Apoio na elaboração de planos de negócios/estratégicos;

Participação em Redes de cooperação nacionais/estrangeiras;

Apoio na implementação e Gestão de sistemas de Garantia da Qualidade;

Apoio na implementação e Gestão de sistemas de Higiene, Saúde e Segurança no Trabalho.

A candidatura à incubadora tem algum custo?

Não. Todo o processo de candidatura à incubação é gratuito, desde a fase da avaliação da ideia e posterior acompanhamento da elaboração do plano de negócios.

Como posso candidatar-me?

Para se candidatar à incubação, o promotor do projeto deve consultar a incubadora pretendida e verificar as condições de candidatura. Normalmente, terá que preencher uma ficha de pré-candidatura, que se encontra disponível no site. Esta ficha será analisada, inicialmente no sentido de validar o seu enquadramento ou não no tipo de projetos admissíveis e, superada esta fase, o processo contínua com a elaboração de um Plano de Negócios completo o qual servirá de base à candidatura final a ingresso na incubadora.

Que tipo de empresas/projetos são admitidos?

Cada incubadora reserva-se o direito de decidir sobre a admissão ou não de um projeto. De acordo com sua natureza ou área tecnológica onde está inserida. Na maioria das incubadoras, poderá ser admitida qualquer tipo de empresa/projeto que tenha o objectivo de desenvolver e comercializar produtos ou serviços com caráter inovador e elevado potencial. Previamente à elaboração do Plano de Negócios da empresa é feita uma análise de enquadramento da ideia de negócio no sentido de verificar o cumprimento daqueles critérios.

É necessário ter a empresa já criada?

Para apresentar uma ideia ou projeto à incubadora não necessita de ter a empresa já criada. Pretende-se com a incubadora proporcionar todo o apoio necessário na constituição e arranque da empresa. No entanto, caso a mesma já esteja formalmente constituída, tal facto não impede que possa concorrer à incubação.

A sede social da empresa tem que ser na Incubadora?

A sede da empresa não tem que ser na Incubadora, no entanto, quando se trate de incubação física a principal atividade da empresa deve ser desenvolvida nas instalações da incubadora.

Como é garantida a confidencialidade das ideias/projetos apresentadas às incubadoras?

Quando é submetida uma ideia/projeto à incubadora esta é direcionada para o responsável operacional da incubadora que a analisa e emite parecer para ser apresentado ao Conselho de Administração. As incubadoras regem-se por um código de conduta estrito em termos de confidencialidade.

Há algum prazo para a apresentação de candidaturas às incubadoras?

Não. A Incubadora está sempre aberta a receber novos candidatos.

Como se pode financiar um projeto?

As incubadoras não financiam os projetos, porém serve de interface com várias fontes de financiamento. Destaca-se o capital de risco, os empréstimos bancários, os Business Angels e os sistemas de incentivos nacionais e comunitários.

O que é o capital de risco?

Sociedade de investimento dedicada à gestão profissional pelos financiadores através dos seus investimentos em start-ups; exigem taxas de rendibilidade muito elevadas, que aumentam com o risco atribuído ao projeto; procuram financiar projetos em que existe também investimento de fundos próprios pelos fundadores e que exista viabilidade tecnológica demonstrada por estádio avançado de desenvolvimento do produto (protótipo, testes e avaliação por especialistas).

O que são Business Angels?

São investidores informais com capital que pretendem financiar um negócio; pessoas que dispõem de fundos próprios para investir e tem normalmente experiência na criação de empresas, reconhecendo as novas ideias com potencial; podem ou não participar na gestão da empresa; o investimento na start-up é feito sob a forma de capital próprio, detendo uma participação de capital.

Onde surgiram as Incubadoras de Empresas?

O facto que gerou a conceção de incubadoras de empresas foi o êxito que obteve a região hoje conhecida como Vale do Silício, na Califórnia, a partir das iniciativas da Universidade de Standford, que na década de 50 já criava um Parque Industrial e,posteriormente, um Parque Tecnológico (Standford Research Park), com objetivo de promover a transferência da tecnologia desenvolvida na Universidade às empresas e a criação de novas empresas intensivas em tecnologia, sobretudo do setor eletrônico. O êxito obtido com essa experiência estimulou a reprodução de iniciativas semelhantes em outras localidades, dentro e fora dos Estados Unidos.

Oficina Multiserviços

Em que consiste?

Apoio para pequenas reparações e adaptações no domicílio.

Quais os tipos de intervenção?

Pequenas reparações nas seguintes áreas:

Canalização;
Eletricidade
Pintura
Pedreiro
Carpintaria
Serrilharia
Outros.

A quem e destina?

Destina-se à população sénior, a pessoas portadoras de deficiência, com fracos recursos económicos e em situação de dependência, temporária ou permanente, residentes no município da Amadora.

Implica custos?

O serviço é gratuito em termos de mão de obra, mas, em algumas situações, o requerente pode ter que adquirir alguns materiais ou equipamentos.

Como contatar?

Linha Municipal de Apoio Social

800 207 632 (gratuito)

Divisão de Intervenção Social

214 369 053

accao.social@cm-amadora.pt

Posso ligar diretamente para a Amadora Inova e agendar uma marcação?

Não. Qualquer pedido deve ser feito para a linha de apoio Social ou para a Divisão de Intervenção Social.

O que compete ao Amadora Inova?

Apos receção do pedido vindo Divisão de Intervenção Social da Câmara Municipal da Amadora, a equipa da Oficina Multiserviços agenda telefonicamente com o utente a marcação da visita/intervenção ao local.

Como identifico os elementos da Oficina Multiserviços?

Pelo fardamento próprio de cor verde, pelo cartão de identificação e viatura caracterizada.

Sala de acolhimento

O que é a Sala de acolhimento?

É uma resposta gratuita ao alcance de todos os encarregados de educação a frequentar percursos qualificantes no município da Amadora.

Quem pode frequentar a sala?

Bebés de 1 mês aos 5 anos.

Qual o horário de funcionamento?

Horário: 8h às 8h (podendo ser ajustado sempre que necessário). Este período divide-se em dois turnos: das 8h às 14h e das 14h às 20h. Nada impede que haja outro horário.

Quais os documentos necessários para a inscrição?

Documento de identificação da criança
Boletim de vacinas
Cartão do sistema de saúde
Documento de identificação do encarregado de educação
Declaração do curso que frequenta

Quantas horas pode ficar uma criança na sala de acolhimento por dia?

Permanece apenas as horas diárias de formação ou aulas do encarregado de educação.

Posso dirigir-me diretamente à Amadora Inova e inscrever o meu filho?

Pode, mas há a obrigatoriedade de ser a entidade onde o encarregado de educação frequenta o curso/formação proceder à inscrição da criança.

A Amadora Inova garante sempre vaga?

Não. Depende do número de inscritos para o turno solicitado?

Caso seja aceite a inscrição da criança tenho e levar alguma coisa em especial para criança?

Assim, o seguinte:

Saco identificado com uma muda de roupa
Fraldas e toalhetes (caso ainda usem)
Lençol e cobertor devidamente identificados
Garrafa identifica para água
Refeição, lanche ou reforço.

A sala funciona durante o ano sem interrupções?

Não. Durante o mês de agosto encontra-se encerrado.

Loja Social

Qual é o objetivo da Loja Social?

Tem como objetivo dar respostas efetivas a situações carenciadas e de exclusão social, participando ativamente na resolução de alguns problemas de vulnerabilidade do concelho, contribuindo assim para uma melhoria a nível de integração social e qualidade de vida de alguns indivíduos.

A quem se destina?

Destina-se a todos os que demonstrem ter necessidade e carência a nível económica.

Quais os apoios existentes?

Os apoios prestados são distribuídos de forma gratuita, sendo ao nível de vestuário de criança, jovem e adulto e pequenos eletrodomésticos e excecionalmente e de acordo com o espaço disponibilizado, brinquedos, mobiliário e outros eletrodomésticos.

Como posso visitar a loja e aceder aos bens?

Todos os dias úteis entres as 14h e as 16h.

Todavia pode contatar-nos via telefone (214997800) e fazer um agendamento noutro qualquer horário.

Caso tenha bens para entregar como posso proceder?

Pode telefonar (214997800) e agendar a entrega dos mesmos ou na eventualidade de não ser possível poderemos proceder à recolha dos mesmos.

O que é a Amadora Sorri?

É o pilar de intervenção para a área da educação e, em concreto, do abandono e insucesso escolar.

Trata-se de uma área onde se pretende desenvolver e operacionalizar projetos e ferramentas educativas inovadoras e onde queremos apoiar, quer a rede de escolas do concelho, quer a comunidade educativa, posicionando-nos como plataforma de apoio a intervenções que marquem a diferença e definam o concelho como uma referência no combate ao insucesso e abandono escolar.

Que projetos há no Amadora Sorri?

Atualmente existe o projeto 12-15.

O que é o projeto 12-15?

Trata-se de um projeto piloto que pretende combater os fenómenos de abandono e insucesso escolar no concelho da Amadora. Trata-se de um projeto que através da aposta em ferramentas e metodologias diferenciadoras pretende dar uma reposta inovadora para estes problemas.

Com que idades se pode frequentar o projeto?

O Projeto destina-se a crianças/adolescentes com idades compreendidas entre os 10 e os 16 anos.

O projeto destina-se a quem?

O Projeto destina-se a crianças/adolescentes com taxas de absentismo elevadas e em risco de abandono escolar e que ainda não tenham concluído o 2º ciclo do ensino básico.

Quantas turmas tem o projeto?

O Projeto é composto por 4 turmas, tendo cada uma 15 alunos.

Em que ciclo do ensino básico se insere e qual certifica?

O Projeto destina-se a crianças/adolescentes a frequentar o 1º e 2º ciclo, e destina-se à certificação de 2º ciclo.

Onde decorre o projeto?

O Projeto decorre nas instalações da empresa Amadora Inova, no Pólo da Reboleira.

O projeto resulta de uma parceria entre?

O projeto resulta de uma parceria entre a empresa municipal Amadora Inova, o Município da Amadora e o Agrupamento de Escolas de Alfornelos.

Como funciona o projeto 12-15?

Este projeto pretende levar a cabo um conjunto de atividades letivas e de metodologias inovadoras que promovam e estimulem a melhoria dos resultados escolares, garantindo-se assim a certificação de 2º ciclo.

A concretização deste projeto tem por finalidade a diminuição e prevenção do abandono e insucesso escolar, contribuindo para reduzir fenómenos de delinquência e criminalidade infantil e juvenil no Concelho da Amadora através da promoção do retorno das crianças e jovens à escola e da reintegração social das famílias.